sábado, 13 de junho de 2009

Barreiras



Paixão
Sinto-me tão no limite das forças, o coração dói muito por dentro. Todos podem tocar-te, ver-te, abraçar-te ... menos eu. Quando é que tudo vai acabar, estou a chegar ao meu limite, não aguento mais. Preciso de ti, preciso tanto. Ainda há tantas barreiras. Sinto-me uma atleta de saltar barreiras que à primeira não aguenta mais e cai. Preciso de ti ... tanto!!!

4 comentários:

Princesa disse...

ola minha querida e doce amiga
-:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:- 
      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-    
-:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-

"A FELICIDADE É ALGO QUE ENTRA EM NOSSA
VIDA ATRAVÉS DE PORTAS QUE NEM LEMBRÁVAMOS
TER DEIXADO ABERTAS"...

-:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:- 
      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-    
-:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-      -:¦:-♥-:¦:-
vim te desejar uma maravilhosa semaninha com tudo de bom
jinho grande

MEUS PENSAMENTOS disse...

triste poema princesa quanto sofrer
só espero que tanto sofrer um dia vem a lhe dar frutos um belo sabádo!

Lalisca disse...

Por vezes certas barreiras são como lacunas impossiveis de aplacar, desejo te o melhor!!


beijos

Doce Pecado disse...

Sempre aguentamos mais um pouco, mais um dia, mais um mês, mais um ano...
E o tempo vai passando alheio a tudo.

Beijos