quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Odeio-te!!



O que pode nos fazer odiar a pessoa que nos deu a vida?? Tudo?? Nada?? Já não sei responder a isso, já a odeio á demasiado tempo.
Era de prever que isto voltasse a acontecer, penso que ela não sabe viver de outra forma, a não ser aquela em que nos confrontamos. Eu juro que engulo aquilo que dá para engolir, mas, há coisas que não passam no meu estreito, há coisas que nem ela tem moral para levantar-me o dedo. Sei que é triste uma filha falar assim da própria mãe, a falta de respeito que isso revela mas, não deveria ela também me respeitar??
Sabem, ás vezes ouvimos no Telejornal e na Comunicação Social em geral que, este fulano ou sicrano matou a mãe ou o pai, mas, já alguém se perguntou o que realmente leva aquelas pessoas a cometer tal acto?? É que eu posso assegurar-vos que sinto uma raiva tão grande que fico cega, sim, completamente cega. Da outra vez esteve perto, e desta mais perto ainda, se acontecer connosco em casa sózinhas, sim, temo o pior desfecho!!
Hoje, depois de ter deixado os meus filhos no quarto a vêr televisão já mais calmos, tive de ir dar uma volta para chorar tudo o que precisava, e dei por mim sentada na estrada á espera que um carro passasse, naquele instante só me apetecia morrer, porque depois de ouvir tudo o que ouvi, eu já estava morta por dentro. Por azar, por sorte, ou simplesmente poque não era a minha hora, nenhum carro passou, estive para ligar ao Alexandre para me ir buscar, pois precisava de conforto, de carinho de um amigo. Não o fiz porque não o queria incomodar com as minhas cenas, pois ele também tem lá os problemas dele. Nessa altura o Rui acaba de chegar a casa, e como não me vê telefona-me para saber onde estou, acabei por ir para casa, gelada e lavada em lágrimas. O serão foi passado á frente da televisão todos agarradinhos, pois os miúdos estavam ... nem sei bem explicar!
Com todos já a dormir pensei em passar aqui pela net e tentar desabafar com o Alexandre, mas, ele não estava nem ai para mim!! Já lhe disse que acho que ele já não gosta de mim e que já não me quer, ele diz que não, que estou enganada, mas, estarei mesmo Paixão??
E logo hoje que eu precisava tanto de ti!!

6 comentários:

Anónimo disse...

São sempre nessas alturas que quando queremos quem mais precismamos mais falta nos fazem...talvez seja o momento de avaliares as tuas prioridades e o que queres para ti...
T.

Bela disse...

É a Tua vida, e só Tu podes tomar a decisão certa. Se ela te magoa tanto, afasta-te, não grites, não te deixes magoar, simplesmente te afastas. Se conheço bem o tipo, ela vai querer te atiçar, magoar só para voltares aos gritos, mas, se fores forte e ignorares tudo o que ela diz ou faz, então é uma batalha ganha.
Pode ser tua mãe, mas se te traz dor, então não devia estar na tua vida.
Quanto ao Alexandre, o conselho é o mesmo, o que é que tu és para ele? Pensa nisso!

Tentação disse...

Independentemente daquilo que sofras e do mal que te fazem nunca te esqueças que tens uma grande razão de viver, os teus filhotes, eles vão sofrer mais que ninguém, eu falo por experiênçia própria. beijão

continuando assim... disse...

no final ---- estamos sempre sozinhos ...

gostei de ler

bj
teresa

goti disse...

Princesa da Noite a vida é demasiado curta para a desperdiçar-mos com pessoas que não nos merecem, só tens que dar o primeiro passo,muda de direcção afasta-te de quem não interessa de certeza que tens á tua volta pessoas incríveis e ainda não reparaste nelas, não desanimes.
Os amigos virtuais estão sempre por aqui para te apoiar.
Beijos doces

Anónimo disse...

Já pensou em ir a um psicologo? Do que li aqui parece que anda a precisar...só lhe fazia bem.
Boa Sorte