quarta-feira, 24 de junho de 2009

Arriscar



Com tudo o que se está a passar na minha vida tenho pensado muito neste assunto. Até que ponto estamos dipostos a correr riscos na nossa vida?? Quando chegamos aquele ponto em que tudo está no seu devido local, em que temos a vida organizada, com todas as comodidades que desejámos ... será que conseguimos arriscar?? Creio que o sonho da maioria das pessoas é o de ter uma família, um companheiro, filhos, estabilidade económica e saúde para poder gozar tudo isto. Uma vida com harmonia, cheia de rotinas ... mas tão necessárias para garantir a nossa estabilidade emocional. Tudo muito bem, até aqui. Mas o que fazemos quando o inesperado acontece?? Quando algo vem beliscar esta vida construída com tantos cuidados??Quando algo fora deste esquema chama por nós?? Que fazemos quando nos apaixonamos por outra pessoa?? (Pois!!) Quantos são capazes de quebrar a rotina, de correr o risco de quebrar a harmonia, de trocar o certo pelo incerto??
Talvez o meu mal esteja aí ... O amor é uma incerteza ... e muitas vezes o receio de arriscar é bem mais forte ... principalmente quando do outro lado hoje é uma coisa, e amanhã outra!!

5 comentários:

Princesa disse...

O que faz de uma amizade especial não é a quantidade de tempo que ela existe, mas sim as partes que a compõe!
um beijo

Tentação disse...

è uma incognita....

Lalisca disse...

Tens imensa consciencia usa-a em beneficio teu!


beijos

Anónimo disse...

Atina , pensa, racionaliza.caga nessee trasado mental, ele nunca vai deixar a mulher e tu? que vai ser de ti? vais ficar só, a sofrer que nem um cão.Pára e pensa.agarra-te ao que tens.Já não amss o teu marido? sê leal, divorcia-te. mas não o faças porque há um energumeno qq na parada.Fá-lo sim de consciência :porque já não o amas. E segue a tua vida, para a frente!
esse teu amante é um imbecil.Não merece o teu amor.. Repara: se ele te amasse causar-te-ia tanta ansiedade? ele não te ama.Acorda.

Livre-Mente disse...

as vezes precisamos que a vida nos dê um abanão mas é preciso saber escolher para que lado caimos..